Harry Potter DESTINYs
Já é Cadastrado no Site? Então Faça o Login.
Ainda Não é Cadastrado? Então Registre-se e Faça Parte da Nossa Academia.
Atenciosamente: Anne Moon



 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 "Criatura" no mundo dos bruxos

Ir em baixo 
AutorMensagem
Annie M. von Crimson
Bruxo Administrador
Bruxo Administrador
avatar

Sexo Sexo : Feminino
Mensagens Mensagens : 2326
Galeões Galeões : 2147483638
Nível Bruxo Nível Bruxo : 28
Data de inscrição Data de inscrição : 27/04/2009
Idade Idade : 23
Localização Localização : Hogwarts

Perfil Bruxo
Família: von Crimson
Patrono: Tigre
Casa: Grifinória

MensagemAssunto: "Criatura" no mundo dos bruxos   Sab Ago 15, 2009 9:43 am

Há séculos a definição de "animal" tem causado controvérsia. Embora isto surpreenda quem esteja estudando Magizoologia pela primeira vez, o problema talvez fique mais claro se pararmos um instante para considerar três tipos de criaturas mágicas.

Os Lobisomens passam a maior parte do tempo sob a forma humana (seja a de bruxo ou a de trouxa). Uma vez por mês, no entanto, eles se transforma em animais selvagens e quadrúpedes com intenções assassinas e sem consciência humana.

Os hábitos dos centauros não são humanos: eles habitam lugares isolados, recusam roupas e preferem viver longe de bruxos e trouxas, embora tenham inteligência igual a ambos.

Os trasgos revelam uma aparência humanóide, caminham eretos, podem aprender algumas palavras simples, mas são menos inteligentes do que o unicórnio mais obtuso e não possuem poderes mágicos propriamente ditos, exceto sua força prodigiosa e sobrenatural.

Perguntamos então: qual dessas criaturas é um "ser" - ou seja, uma criatura digna de direitos legais e voz no governo do mundo mágico - e qual é um "animal"?

As primeiras tentativas para decidir que criaturas mágicas deviam se designadas "animais" é extremamente primitiva.

Burdock Muldoon, chefe do Conselho dos Bruxos. no século XIV, decretou que todo membro da comunidade mágica que caminhasse sobre duas pernas dali em diante faria jus à condição de "ser", e os demais permaneceriam "animais". Imbuído de um espírito fraterno ele convidou todos os "seres" a se reunirem com os bruxos em um encontro de cúpula para discutir as novas leis da magia, e descobriu, para seu intenso desapontamento, que errara nos cálculos. O salão do encontro estava apinhado de duendes que haviam trazido em sua companhia o maior número de criaturas bípedes que encontraram. Conforme nos conta Bathilda Bagshot em Uma história da magia:

Mal se conseguia ouvir com a gritaria dos oraqui-oralá, os lamentos dos agoureiros e o canto incessante e agudo dos fiuuns. Enquanto os bruxos e bruxas tentavam consultar os papéis que tinham diante deles, uma variedade de fadinhas e pequenos duendes circulava em volta de suas cabeças dando risinhos abafados e dizendo coisas inteligíveis. Uns doze trasgos começaram a quebrar o salão com suas maças, enquanto megeras deslizavam pelo lugar à procura de crianças para comer. O chefe do Conselho se levantou para abrir o encontro, escorregou em um monte de excremento de pocotó e saiu do salão correndo e xingando.

Vemos assim que o fato de possuir duas pernas não era garantia de que uma criatura mágica pudesse ou devesse ter interesse nos assuntos do governo bruxo. Amargurado, Burdock Muldoon renegou qualquer tentativa de integrar os membros não-bruxos da comunidade mágica no Conselho dos Bruxos.

A sucessora de Muldoon, Madame Elfrida Clagg, tentou definir os "seres" na esperança de criar laços mais fortes com outras criaturas mágicas. "Seres" , declarou ela, eram aqueles capazes de falar uma língua humana. Todos que conseguissem falar inteligivelmente aos membros do Conselho estavam, por tanto, os convidados a comparecer no próximo encontro. Os trasgos que tinham aprendido com os duendes algumas frases simples começaram a destruiu o salão como antes. Os furanzões corriam em torno das cadeiras dos conselheiros, unhando os tornozelos ao seu alcance. Entrementes, uma grande delegação de fantasmas (que haviam sido barrados sob a liderança de Muldoon, mediante ao argumento de que não andavam sobre duas pernas, mas deslizavam) compareceu, mas eles se retiraram desgostosos com o que denominaram mais tarde de "ênfase descarada do Conselho nas necessidades dos vivos em oposição dos mortos". Os centauros, que sob Muldoon haviam sido classificados com "animais" e, agora, sob Madame Clagg, definidos com "seres", recusaram-se a comparecer ao Conselho em protesto pela exclusão dos sereianos, que não eram capazes de conversar em outra língua exceto o serêiaco quando subiam à superfície.

Somente em 1811 foram encontradas definições que a maior parte da comunidade mágica achou aceitáveis. Grogan Stump, o Ministro da Magia recém-nomeado, decretou que um "ser" era "qualquer criatura que possuísse inteligência suficiente para compreender as leis da comunidade mágica e para compartir a responsabilidade na preparação de tais leis".

Na ausência dos duendes os trasgos foram interrogados e o Conselho concluiu que não entendiam nada do que lhes era dito; foram, portanto, classificados como "animais" apesar de andarem sobre duas pernas; os sereianos, pela primeira vez, foram convidados por meio de intérpretes a se tornarem "seres"; fadinhas, elfos e gnomos, apesar de sua aparência humanóide, foram relegados com firmeza à categoria de "animais".

Naturalmente, a questão não se encerrou aí. Todos conhecemos os extremistas que fazem campanha pela classificação dos trouxas como "animais"; todos sabemos que os centauros recusaram a condição de "seres" e solicitaram permanecer como "animais"; entrementes, os lobisomens foram transferidos da Divisão de Animais para a de Seres há muitos anos; no momento em que escrevo há um Serviço de Apoio aos Lobisomens na Divisão de Seres, enquanto o Registro de Lobisomens e a Unidade de Captura de Lobisomens permanecem subordinados à Divisão de Animais. Várias criaturas extremamente inteligentes são classificadas como "animais" porque não conseguem superar sua naturezas brutas. As acromântulas e as manticoras são dotadas de linguagem, mas tentarão devorar qualquer humano que se aproxime delas. A esfinge fala somente em charadas e enigmas e se torna violenta quando recebe uma resposta errada.



15-07, tudo acaba aqui... Não para nós! || Harry Potter ♥️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lady_vampiregirl
Bruxo Moderador
Bruxo Moderador
avatar

Sexo Sexo : Feminino
Mensagens Mensagens : 379
Galeões Galeões : 427
Nível Bruxo Nível Bruxo : 7
Data de inscrição Data de inscrição : 28/04/2009
Idade Idade : 22
Localização Localização : cPó,ms

Perfil Bruxo
Família:
Patrono:
Casa:

MensagemAssunto: Re: "Criatura" no mundo dos bruxos   Sab Ago 15, 2009 8:22 pm

hei!!!e os vampiros cadê?eu como menbro mor da Unidade vampiresca reenvindico a condição de que os vampiros são seres magicos que por mais que naum pertenção ao mundo potteriano devem participar ativamente do forum!
a reenvindicação oficial será mandada a admin anne e que estarei criando um off topic sobre o assunto e que todos aqueles que eceitam os vampiros poderam participar!
olha sem esse negocio oficial mais poxa os vampiros são excluidos assim?poxa se existe lobisomen bruxo pode existir vampiro bruxo tbm!pow!
o que acham?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://avataralendacontinua.forumeiros.com/forum.htm
Annie M. von Crimson
Bruxo Administrador
Bruxo Administrador
avatar

Sexo Sexo : Feminino
Mensagens Mensagens : 2326
Galeões Galeões : 2147483638
Nível Bruxo Nível Bruxo : 28
Data de inscrição Data de inscrição : 27/04/2009
Idade Idade : 23
Localização Localização : Hogwarts

Perfil Bruxo
Família: von Crimson
Patrono: Tigre
Casa: Grifinória

MensagemAssunto: Re: "Criatura" no mundo dos bruxos   Dom Ago 16, 2009 8:23 am

Well... Os vampiros não aparecem nesse tópico mas eles, sim, fazem parte do mundo bruxo. Não se lembram de Sangüini? O Vampiro daquele amigo do Slughorn que queria fazer uma biografia do Harry?
Vampiros no munod bruxo precisam ser apoiados! Razz



15-07, tudo acaba aqui... Não para nós! || Harry Potter ♥️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cami Wolfgirl
Bruxo Administrador
Bruxo Administrador
avatar

Sexo Sexo : Feminino
Mensagens Mensagens : 2526
Galeões Galeões : 2147483616
Nível Bruxo Nível Bruxo : 14
Data de inscrição Data de inscrição : 03/05/2009
Idade Idade : 19
Localização Localização : Cidade Violeta, Região Jotho

Perfil Bruxo
Família:
Patrono:
Casa:

MensagemAssunto: Re: "Criatura" no mundo dos bruxos   Dom Ago 16, 2009 10:49 am

eu lembro!
o/
era isso que eu ia falar!

Anny, uma ideia, cria grupos de lobis e vampis!^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lady_vampiregirl
Bruxo Moderador
Bruxo Moderador
avatar

Sexo Sexo : Feminino
Mensagens Mensagens : 379
Galeões Galeões : 427
Nível Bruxo Nível Bruxo : 7
Data de inscrição Data de inscrição : 28/04/2009
Idade Idade : 22
Localização Localização : cPó,ms

Perfil Bruxo
Família:
Patrono:
Casa:

MensagemAssunto: Re: "Criatura" no mundo dos bruxos   Dom Ago 16, 2009 11:27 am

sim!!!!!!ah que maximo!!!eu soi vampire!!
vcs sabiam que naturalmente os vampiros e lobisomens são inimigos!!!!!!!!!!isso é top mais aqui eles naum precisam ser inimigios
vampiros e lobisomens pelo forum!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://avataralendacontinua.forumeiros.com/forum.htm
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Criatura" no mundo dos bruxos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"Criatura" no mundo dos bruxos
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Rota 1 - "É um novo mundo de aventuras, e o perigo é bem maior"
» "Ovni" voce acredita?
» Classe "Comprada"(Bloquear Classe)
» Run-timer error "10048" Address in use. Ajuda nesse erro Pliss !!
» Upar Do Lv 8 ~ 100 "FREE"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Harry Potter DESTINYs :: Potter Arena :: Criaturas-
Ir para: